pt-ptenes +351 922204660

Login

Registar-se

Depois de criar uma conta, será possível acompanhar o estado de pagamento, acompanhar a confirmação e também podes avaliar a viagem depois de terminada.
Nome de usuário*
Password*
Confirmar Password*
Nome*
Apelido*
Data de Nascimento*
Email*
Telefone*
País*
Criar uma conta significa que estás de acordo com os nossos Terms of Service and Privacy Statement.
Por favor, deverás concordar com todos os termos e condições antes de prosseguir para o próximo passo

Já és usuário?

Login
EUR

Login

Registar-se

Depois de criar uma conta, será possível acompanhar o estado de pagamento, acompanhar a confirmação e também podes avaliar a viagem depois de terminada.
Nome de usuário*
Password*
Confirmar Password*
Nome*
Apelido*
Data de Nascimento*
Email*
Telefone*
País*
Criar uma conta significa que estás de acordo com os nossos Terms of Service and Privacy Statement.
Por favor, deverás concordar com todos os termos e condições antes de prosseguir para o próximo passo

Já és usuário?

Login
+351 922204660
pt-ptenes

Login

Registar-se

Depois de criar uma conta, será possível acompanhar o estado de pagamento, acompanhar a confirmação e também podes avaliar a viagem depois de terminada.
Nome de usuário*
Password*
Confirmar Password*
Nome*
Apelido*
Data de Nascimento*
Email*
Telefone*
País*
Criar uma conta significa que estás de acordo com os nossos Terms of Service and Privacy Statement.
Por favor, deverás concordar com todos os termos e condições antes de prosseguir para o próximo passo

Já és usuário?

Login

Viagem ao Iraque Curdistão

0
Reservar
Desde1.230€
Reservar
Desde1.230€
23/09/2023
Disponível: 5 lugares
Voos*
Seguro de viagem*
* Por favor, selecciona todos os campos necessários para avançar para o próximo passo.

Prosseguir Reserva

Guardar nos favoritos

Adding item to wishlist requires an account

113

Porquê reservar com a Triskelion Expeditions?

Trabalhamos com parceiros locais, ajudando a economia dos países que visitamos e as famílias das empresas com quem trabalhamos.

Levamos-te a estar em contato com as populações locais e a conhecer as suas tradições.

Plantamos 5 árvores por cada viajante que embarca

Doamos 10 refeições por cada viajante

Somos uma agência de viagens sustentável

Ajudamos a cumprir os ODS (Objetivos de desenvolvimento sustentável)

Exploramos o berço da civilização

O Iraque está novamente aberto e a receber turistas. E a Triskelion Expeditions leva-te lá em 2023, com o acompanhamento de José Mendes em duas das viagens, a conhecer a região do Curdistão iraquiano.

A nossa viagem ao Iraque Curdistão dá-nos um olhar pela região autónoma do Norte do Iraque. O Curdistão oferece não só segurança, mas também deslumbrantes cadeias de montanhas com milhares de sítios arqueológicos e algumas das pessoas mais amigáveis e acolhedoras do planeta.

A região é há muito conhecida na literatura do Médio Oriente como “paraíso na terra”. Não há melhor altura para visitar do que as festividades de Ano Novo persa/kurdistanesas celebradas pelos curdos de todo o mundo. O festival culmina com um incrível desfile de fogo-de-artifício e tochas acesas nas montanhas de Akre.

Há uma abundância de história incrível e intocada à espera de ser vista. Esta viagem leva-nos a Lalish é um dos destinos mais singulares de toda a região do Curdistão, Duhok, o antigo palácio no topo da montanha de Saddam Hussein, Amadiya, Sulaymaniyah, Halabja e outros lugares históricos da região do curdistão iraquiano.

Junta-te a nós nesta aventura a um país ainda desconhecido.

Duração da viagem

8 Dias

Inicio da viagem

23/09/2023

Fim da viagem

30/09/2023

Valor da viagem

1230€

Valor dos Voos

815€
Momentos da viagem
  • Visita à Cidadela de 7000 anos de idade de Erbil
  • Visita aos Museu da Civilização, Museu de Cultura Assíria e Museu dos Têxteis na Cidadela
  • Exploramos o mercado alimentar e o Bazar Qaysari
  • Conhecemos o Mosteiro de Dayro d-Mor Matay
  • Jirwana - o mais antigo aqueduto e ponte em ruínas do mundo
  • Visita a Lalish conhecendo o seu povo e antigos rituais
  • Conheceremos as ruínas dos palácios de Saddam Hussein
  • Visitamos a antiga cidade de Amadiya
  • Conhecemos a Cidade de Rawanduz e a incrível Hamilton Road
  • Visitaremos a famigerada Casa Vermelha (Local onde Saddam torturou e matou milhares de curdos)
  • Passeamos pelo bazar de Suli e a famosa casa de chá Sha'ab
  • Visita ao Museu Sulaymani
  • Andaremos pela cidade de Halabja, o seu Museu de Halabja e o Cemitério Memorial
  • Apreciamos o Lago Dokan e a queda de água de Ahmed Awa

Incluído

  • Hotéis no Curdistão durante toda a viagem
  • Todos os passeios incluindo taxas de entrada
  • Transporte incluindo Veículo com ar condicionado, transferes do aeroporto e motorista/guia profissional de língua inglesa.
  • Acesso Wi-Fi gratuito durante todo o passeio
  • Água engarrafada e snacks no autocarro durante todo o passeio
  • Acompanhamento da líder de viagens durante toda a viagem
  • Seguro de viagem Classic Plus

Não incluído

  • Voos (Ajudamos na compra dos mesmos, se assim desejares)
  • Taxas de visto ou de saída (se houver),
  • Bebidas alcoólicas
  • Chamadas telefónicas de longa distância, lavandaria, serviço de quarto ou outros artigos pessoais,
  • Quaisquer medidas de segurança adicionais, veículos ou palestras especiais, PCR
  • Chegada e partida pré ou pós-viagem
  • Almoços e jantares
  • Gorjetas e gastos pessoais
Itinerário

Dia 1Origem - Erbil

Chegada ao Aeroporto Internacional de Erbil (EIA) na capital do Curdistão – uma das instalações de transporte mais seguras e tecnologicamente avançadas do mundo.

O líder irá esperar todo o grupo no aeroporto de Erbil.

Dirigimo-nos ao hotel para fazer o check in e falar de como serão os próximos dias, de seguida podemos dar um passeio pela cidade e começar a sentir o Iraque

Dia 2Erbil

Hoje depois do pequeno almoço partimos para a Cidadela de 7000 anos de idade de Erbil – a mais antiga cidade continuamente habitada do mundo (Há cidades talvez tão antigas mas não continuamente habitadas). A Cidadela de Erbil foi outrora uma cidade suméria chamada Urbellum ou Arbella (4 deuses) e acredita-se que Abraão tenha passado por esta cidade numa das suas viagens. Outrora albergou o Templo da Deusa Ishtar. Foi também a cidade para onde Dario III fugiu depois de enfrentar a derrota de Alexandre o Grande nas planícies vizinhas de Gaugamela. A UNESCO está atualmente a levar a cabo um enorme projeto de restauração no valor de centenas de milhões de dólares.

Depois visitamos o Museu da Civilização e o Museu de Cultura Assíria.

Depois segue-se uma visita ao famoso Museu dos Têxteis na Cidadela. O museu, alojado numa residência com 220 anos de idade, apresenta antigos instrumentos de luta curda, vestidos tradicionais, tapetes feitos à mão de diferentes regiões e épocas da história curda, jóias e fotografias. Para além das antiguidades curdas, há uma série de peças do Irão e da Turquia. Na loja de presentes dos Museus teremos a oportunidade de adquirir uma amostra de artesanato local.
Em frente ao Museu existe uma grande e bem conhecida loja de antiguidades onde se pode adquirir uma peça da história do Curdistão, bem como o seu artesanato mais moderno.

De seguida tempo para explorarmos o mercado alimentar e o Bazar Qaysari coberto onde se pode encontrar jóias, ouro e prata, tapetes, antiguidades e muitos outros objetos interessantes, bem como doces saborosos e outras iguarias.

Almoço, num restaurante local.

Depois do almoço visitamos, Choli Minaret, um dos marcos mais famosos de Erbil que data do período Atabag (século XII). A estrutura foi construída a partir de tijolos queimados e azulejos importados do Egipto – uma nação ligada ao Curdistão na antiguidade. Devido ao efeito a longo prazo da deterioração, a parte essencial da arquitetura desapareceu e assim o minarete inclinado é o último sobrevivente da mesquita histórica mais famosa de Erbil. O local marca também a entrada para um grande parque com numerosas estátuas de poetas e escritores famosos, incluindo uma imponente estátua de ibn al-Mustawfi (1169-1239), o maior historiador do Curdistão.

Alojamento em Erbil

Dia 3Duhok

Desfrutamos de um pequeno-almoço buffet no restaurante principal do hotel e partimos para a cidade Antiga de Akre.

Chegamos ao Mosteiro de Dayro d-Mor Matay (Mosteiro de S. Mateus do Século IV) para uma digressão conduzida pelos monges do Mosteiro. O Mosteiro é um dos locais mais famosos da cristandade oriental e, para além de alguns encerramentos forçados, tem estado em uso contínuo há quase 2.000 anos.
Saímos do Mosteiro para Gaugamela – local da famosa batalha entre o rei Dario III e Alexandre o Grande. De pé numa colina (tel) com vista para a vasta planície abaixo imaginando o choque de armas que fez de Alexandre o Rei da Pérsia e governante indiscutível do mundo civilizado.

Depois vamos ver Jirwana – o mais antigo aqueduto e ponte em ruínas do mundo construído na época de Sennacharib (690 AC). O local já fez parte de um vasto complexo que foi construído para regar os jardins de Nineveh. Enormes pedras transportadas à mão de pedreiras a centenas de quilómetros de distância são gravadas com a história deste espantoso feito. Aqui encontramos o segredo da “mensagem oculta de Sennacharib”, conhecida apenas por alguns estudiosos vivos no mundo – juntamo-nos a eles nesta espantosa revelação.

Vamos depois ao restaurante Xaringeha Niruj para o almoço – simples comida tradicional curda.

A seguir ao almoço, vamos a Lalish – local de peregrinação dos Yezidis que são descendentes dos Zoroastrianos – uma das pessoas mais misteriosas do mundo. Conheça os antigos rituais deste povo, considerado por muitos como sendo o remanescente da religião original do Curdistão.

Lalish é um dos destinos mais singulares de toda a Região do Curdistão. É uma experiência cultural e religiosa, bem como um lugar de calma, serenidade e beleza natural. Esta pequena cidade de montanha é o lugar mais sagrado para a comunidade heterodoxa ethno-religiosa Yezidi (Yazidi). É o lugar de descanso para algumas das figuras mais importantes da fé Yezidi como o Xeque Adi (1070s-1162), que essencialmente codificou a teologia Yezidi e equilibrou ensinamentos anteriormente díspares. Os Yezidis são esperados e encorajados a fazer uma peregrinação de seis dias a Lalish durante a sua vida a fim de visitar o túmulo do Xeque Adi e outros lugares sagrados na pequena aldeia de montanha. A aldeia é facilmente reconhecível devido às famosas estruturas cónicas (santuários).

Em anos mais recentes, e particularmente desde que os Yezidis têm sido notícia devido às atrocidades cometidas contra eles pelo ISIS, a aldeia sagrada tornou-se uma atracão turística tanto para os curdos como para os visitantes internacionais, a fim de compreender e obter informações sobre esta fé, cultura e tradições das minorias perseguidas. Há apenas alguns residentes de Lalish, com apenas alguns anos, que têm a tarefa de manter a beleza do lugar, embora haja muitos Yezidis a viver nas cidades e aldeias circundantes que visitam frequentemente, particularmente aos fins-de-semana. A maioria está bastante disposta a partilhar a sua religião, cultura, e tradições com pessoas de fora. A Lalish está aberta a pessoas de todos os credos para visitas e há geralmente guias turísticos que foram oficialmente encarregues pela comunidade Yezidi de ajudar e educar os visitantes.

Os próprios guias que nos acompanham são, estudiosos são especialistas na fé e nas tradições, incluindo os muitos mistérios que rodeiam este fascinante povo.
Uma vez que toda a aldeia é sagrada, todos devem tirar os seus sapatos (pode usar meias). É melhor não usar azul já que os Yezidis geralmente não usam essa cor, embora não fiquem chateados se se esquecer.

Yezidis acreditam que Lalish é onde a Arca de Noé descansou após a grande inundação e a vida começou de novo e todos os anos milhares de Yezidis viajam para Lalish para beber a água da nascente sagrada que corre por toda a aldeia. Há uma grande controvérsia sobre as crenças reais deste povo colorido e misterioso. Alguns erroneamente chamam-lhes “adoradores do diabo”, o que está longe de ser verdade. Os seus ensinamentos foram registados na Meshef Resh (Livros Negros), entre outros, que incluíam relatos da criação. Diz-se destas revelações que, “os forasteiros não podem ler nem contemplá-los” e pensa-se que os livros se perdem com mais frequência. De facto, os Yezidis são uma sociedade fechada e não se pode converter ao Yezidismo nem casar fora da fé. São conhecidos como guerreiros ferozes, o que não é aparente ao encontrá-los, uma vez que são um povo gentil e hospitaleiro.

A partir daqui, viajamos para Duhok.

Dia 4Amadiya – Barzan – Soran

Um pequeno-almoço buffet será servido antes de sairmos para as ruínas dos palácios de Saddam Hussein na bela região de Sarsinc, perto da montanha de Gara. Foram construídos dez palácios como um complexo onde eram preparadas três refeições em cada um deles todos os dias, no caso de Saddam aparecer para uma visita. Estavam repletos de lagos feitos pelo homem e quilómetros de degraus de arenito ao longo de riachos que levavam às montanhas, onde a colocação de pedras guardavam o vale.

Em tempos, estrelas de cinema e pessoas proeminentes de todo o mundo assistiram a festas no palácio principal e ficaram em mansões (casas de hóspedes) que faziam parte do complexo. Embora reste muito pouco, pode-se ver o grande plano que tinha para a região, incluindo o que viria a ser uma instalação para acolher os Jogos Olímpicos. Os curdos expulsaram o exército de Saddam com a ajuda da América e dos seus aliados em 1991. Nessa altura, vários dos palácios estavam intactos.
Visitamos depois a antiga cidade de Amadiya (datada da era Assíria) localizada num promontório alto acima de uma paisagem de cortar a respiração e alimentada por uma fonte geotérmica originária muito abaixo da montanha. 90 Km a nordeste de Dohuk; cerca de 1400 m acima do nível do mar; rodeada de alturas, foi outrora uma fortaleza quase impenetrável.

A Porta da cidade (Bab Zebar) está localizada no lado oriental da Cidade de Amadiya, a sua largura era de 4 metros, construída por Imaduddin Al- Zanki em 5-600 DC, um minarete está localizado no meio de Amadiya e a sua altura é de 30 metros e a ornamentação islâmica (arabesco) é claramente vista no minarete que foi construído no tempo do Sultão Hussein Wali e fazia parte de uma cidade antiga já existente, passa por uma sinagoga do século III e na base da montanha visita uma antiga madrassa egípcia alegadamente fundada pela Universidade do Cairo há séculos atrás.

Aqui temos a oportunidade de interagir com o povo do Curdistão enquanto desfrutamos da deliciosa cozinha local.

Seguimos depois para Barzan através de paisagens deslumbrantes e da tradicional pátria regional da tribo Barzani.

O atual Presidente e Primeiro-Ministro do Curdistão são desta região. Pararemos no Mullah Mustapha Memorial (pai do Curdistão moderno) onde o curador local explicará a história do líder mais famoso do Curdistão enquanto desfrutamos de uma chávena de chai com Peshmerga.

Vamos passar e, se o tempo permitir, escalar até à famosa Gruta de Neanderthal, Shanidar, descoberta nos anos 50 por um arqueólogo chamado Solecki. A descoberta mudou o pensamento do mundo sobre os Neandertais, pois foi descoberto pela primeira vez que os mortos de Neandertal tinham sido enterrados com rituais que incluíam flores e medicamentos outrora utilizados para tratar o falecido. Solecki apelidou estes Neandertais de “os primeiros filhos das flores do mundo”.

Alojamento no Hotel Soran.

Dia 5Sulymaniya

Tomamos o pequeno-almoço no Hotel e saímos então para Sulymaniya passando pela Cidade de Rawanduz e a incrível Hamilton Road – um dos grandes feitos de engenharia dos últimos séculos. Alexander Hamilton cortou um caminho de Shaqlawa ao Irão contra probabilidades insuperáveis e apesar de a maioria acreditar que não poderia ser feito com a tecnologia disponível e considerando a animosidade das tribos que habitavam a região.

Veremos ainda Bekhal e Geli Ali Beg water fall e o desfiladeiro Rawanduz Gorge.

Almoço em Shaqlawa.

Ao chegar a Suly, visitaremos a famigerada Casa Vermelha onde Saddam torturou e matou milhares de curdos. Normalmente, um ex-presidiário da prisão está disponível para escoltar os convidados. O portal para a prisão é através de uma entrada semelhante a uma caverna coberta com pequenos espelhos que representam os mais de 185.000 “desaparecidos” – homens, mulheres e crianças que Saddam “fez desaparecer” durante o seu reinado de terror.

Visitamos depois o bazar de Suli e a famosa casa de chá Sha’ab e, se o tempo permitir, a montanha Goizha para ver a cidade de cima e num dia claro, uma vista de centenas de quilómetros até à fronteira iraniana.

Alojamento no hotel de Sulymaniya

Dia 6Sulymaniya – Halabja

Tomamos o pequeno almoço no hotel e saímos para visitar o Museu Sulaymani, a maior coleção do Curdistão e a segunda maior coleção de antiguidades do Iraque. Existem outros museus no Curdistão, mas nada que se iguale a este em Sulaymani. O Director do Museu está frequentemente à disposição para explicar algumas das questões que o Curdistão enfrenta na preservação das suas antiguidades, incluindo saqueadores e funcionários corruptos que venderam o património da nação a colecionadores no estrangeiro.

Partida para Halabja onde, a 16 de Março de 1988, Saddam Hussein ordenou a utilização de armas químicas no ataque a pelo menos 24 aldeias na região curda, sendo Halabja a mais notória. Pelo menos 5.000 pessoas morreram como resultado imediato do ataque químico e estima-se que mais 10.000 pessoas ficaram feridas, ou sofreram doenças de longa duração. Antes do fim da guerra, os iraquianos instalaram-se no terreno e destruíram completamente a cidade.

Em Março de 2010, o Tribunal Penal Superior iraquiano reconheceu o massacre de Halabja como genocídio. Saddam foi executado por outros crimes pouco antes de ser julgado no Curdistão pelos seus atos de atrocidade – vamos descobrir o porquê.

Hoje a cidade vive novamente – testemunho da incrível resistência e capacidade de sobrevivência dos curdos ao ataque mais brutal ao seu povo e cultura. O Museu de Halabja e o Cemitério Memorial é fascinante e comovente.

Depois desta visita emocionante e comovente visitamos a bela queda de água de Ahmed Awa, onde os “Três Hikers” atravessaram para o Irão. Regressamos a Sulaymani e voltamos ao hotel.

Hoje temos o nosso jantar de despedida festivo que será num dos estabelecimentos de Suly na cidade.

Alojamento em Sulymaniya

Dia 7Sulymaniya – Erbil

Pequeno almoço no hotel e saímos para uma visita ao Lago Dokan.

O almoço será tomado à volta do lago e podemos nadar no mesmo (depende da época do ano).

Visitamos depois Koisinjak a caminho de Erbil, o antigo Caravanserai (albergue na antiga Rota da Seda), e o antigo bazar de prata judaica.

Alojamento em Erbil

Dia 8Erbil – Origem

E chegamos ao último dia da nossa viagem, onde se tivermos tempo ainda podemos passear pela cidade e depois, iremos até ao aeroporto para embarcarmos no nosso voo de regresso a casa.

Notas Importantes
Voos
Saúde e Vacinas
Documentação
Segurança
Formas de Pagamento

O encontro com o líder é realizado no aeroporto de Erbil.

Esta viagem só se realiza com um mínimo de 7 viajantes e tem um máximo de 14 viajantes.

Suplemento Single de 150€

Possibilidade de acomodação antes e depois da partida. Consulta-nos para preços

Recomendamos que faças a consulta do viajante antes da viagem. Na Triskelion aconselhamos a Consulta do Viajante Online, onde podes ter um 5% de desconto, ao entrares através desde LINK

A ordem dos itinerários pode ser alterada devido a improváveis que possam acontecer

A agência, avisará os viajantes já inscritos, no momento em que se atinja o mínimo de participantes, para que possamos avançar com a compra dos voos e preparação da viagem.

Valor aproximado do voo: 815€

O valor do voo corresponde a uma pesquisa realizada em Novembro de 2022, poderá variar no momento de nova orçamentação.

Se desejar comprar o voo com a Triskelion Expeditions, informe-nos no momento da reserva, ara o ajudarmos com a compra dos voos

A Triskelion Expeditions, recomenda a realização da consulta do viajante, uma vez que poderá ser solicitado o boletim de vacinas à entrada do território.

Para a consulta do viajante, recomendamos a Empresa Consulta do Viajante Online, com quem trabalhamos e que te permitirá ter 5% de desconto no valor da consulta.

Os profissionais de saúde irão oferecer conselhos gerais sobre saúde e higiene em ambientes tropicais, bem como conselhos específicos para a área em que viaja.

O planeamento de consultas e possíveis vacinações é da responsabilidade do viajante.

Clica AQUI para marcar a tua consulta

O viajante é responsável por levar todos os documentos de viagem necessários.

É necessário um visto para a entrada no país. Para obter um visto é necessário ter um passaporte com páginas suficientes para o carimbo do visto e válido por pelo menos 6 meses ao deixar o país.

Os pedidos de concessão de visto, para portadores de passaportes portugueses ordinários, deverão ser feitos junto da Embaixada do Iraque em Lisboa.

A Triskelion Expeditions solicitará os dados de contacto necessários de todos os seus viajantes a fim de responder rapidamente a qualquer incidente que possa surgir durante a estadia.

Para mais informações: https://portaldascomunidades.mne.gov.pt

Para confirmar a reserva é necessário o pagamento mínimo de 30% do valor da viagem.

O viajante escolhe no momento da reserva, se quer pagar a totalidade da viagem ou 30%.

O restante valor tem de ser pago até 45 dias antes da data de início da viagem.

Os 70% restantes do valor da viagem, podem ser pagos em prestações até ao limite de 60 dias antes do início da viagem.

Viagens relacionadas

Vê também estas viagens que te podem interessar
  • Reservar

    Viagem à Síria

    Á descoberta da Síria

    Com José Mendes

    Data: 02 de abril 2023

    8 Dias

    Desde1.085€
  • Reservar

    Viagem África do Sul

    Uma aventura pela Cidade do Cabo

    Com Adriana de Carvalho

    Data: 26 de setembro 2023

    11 Dias

    Desde1.525€
  • Reservar
    Viagem em grupo ao Equador

    Viagem ao Equador

    Equador, o país dos quatro mundos

    Com José Mendes

    Data: 20 de maio 2023

    15 Dias

    Desde1.683€
  • Reservar

    Viagem a Socotra

    Conhecendo a Ilha de Socotra e a sua cultura

    Com José Mendes

    Data: 24 de abril 2023

    9 Dias

    Desde1.398€
  • Reservar

    Viagem a Marrocos

    Pelo deserto saindo de Marraquexe

    Com José Mendes

    Data: 18 de fevereiro 2023

    9 Dias

    Desde885€
  • Reservar

    Viagem África do Sul

    Uma aventura pela Cidade do Cabo

    Com Adriana de Carvalho

    Data: 03 de abril 2023

    11 Dias

    Desde1.525€

Pedido de Informações

Nome(Obrigatório)
Consentimento(Obrigatório)
1 viajantes estão a considerar esta viagem agora mesmo!
Conversar
Conversa comigo
José Mendes
Olá viajante.
Precisas de alguma informação que não encontraste no site?